Bem-vindo ao site da CONFAGRI
27-06-2017 21:25
Go Search
 
 

 
Wine With Spirits capta 450 mil euros de acções na Seedrs 

 

A Wine With Spirit foi o primeiro produtor português a conseguir captar 450 mil euros através da plataforma de financiamento colaborativo Seedrs, junto de mais de 115 investidores de todo o mundo, segundo um comunicado das duas empresas.

Este «é mais um recorde de investimento em Portugal alcançado através de uma operação de venda de acções na Seedrs» e, apesar de atingido o objectivo, a campanha continua até ao final da semana, sendo já a maior operação de uma empresa alimentar fora do Reino Unido e a segunda maior campanha em Portugal.

A empresa portuguesa de vinhos afirma que o valor angariado nesta operação «será integralmente utilizado em investimentos tecnológicos para robustecer a plataforma Lyfetaste» e «reforçar e expandir a respetiva rede de distribuição que, neste momento, já ultrapassa os 1.500 registos em toda a União Europeia».

«Juntamos até agora ao nosso projeto 115 novos accionistas que acreditam que a inovação e a disrupção podem também acontecer em sectores tão tradicionais como o vinho e nos irão acompanhar na expansão do nosso negócio em todo o mundo. Até dia 17 de Fevereiro contamos alargar ainda mais este grupo de investidores», diz o presidente executivo e fundador João Pedro Montes, citado no comunicado.

Fundada em 2011, a Wine With Spirit foi a primeira empresa portuguesa de vinhos a recorrer à Seedrs, mas esta plataforma já soma casos de sucesso com empresas europeias do sector do vinho, como a britânica Chapel Down ou a francesa Domaine du Grand Mayne, segundo o comunicado.

Entre as empresas portuguesas que já conseguiram completar com sucesso campanhas de financiamento na Seedrs estão a Coacher, a Agroop, que já realizou duas operações, a Climber Hotel, a eSolidar e, mais recentemente, a Tradiio que tem a decorrer aquela que é, por enquanto, a maior operação de financiamento de sempre feita por empresas portuguesas através do “equity crowdfunding”.

O director de desenvolvimento de negócios da Seedrs, Filipe Portela, diz no comunicado que «regista-se não só uma das maiores operações europeias no sector alimentar como a demostração que também os sectores mais tradicionais podem inovar no financiamento dos seus projectos».

 

Fonte: Lusa


Notícias Associadas:

Adega de Monção quer investir 750 mil euros na reestruturação da vinha
Exportações aumentaram 0,9 por cento no ano passado abaixo das importações
Comissão Europeia prepara próxima ronda da OMC
Comércio entre a China e os países de língua portuguesa cai pelo segundo ano consecutivo
OPEP: Redução da oferta de crude bem aceite


Imprimir  Enviar a um amigo

Voltar atrás