Bem-vindo ao site da CONFAGRI
21-09-2017 23:54
Go Search
 
 

 
CE actualiza medidas de luta contra a Peste Suína Africana 

 

Os especialistas da União Europeia, no final da passada semana, aprovaram uma actualização das medidas de controlo da União Europeia para lutar contra a propagação da peste suína africana, com início no Verão, que é a época de pico da doença.

A nova decisão aprovada modifica a regionalização da peste suína africana na União Europeia (UE). Estas restrições regionalizadas, que reveem as medidas de controlo da doença na Estónia, Lituânia e Polónia, adaptam as medidas à evolução da situação sobre o terreno com a garantia que as zonas livres estão livres da doença.

A 27 de Junho de 2017, a autoridade competente da República Checa confirmou, pela primeira vez, um caso de peste suína africana em javalis na região de Zlin. A equipa de emergência veterinária da União Europeia que visitou o foco a 30 de Junho indicou que o factor humano era a fonte mais provável de introdução do vírus na nova zona.

Os Estados-membros confirmaram a 13 de Julho as medidas adoptadas pela Comissão a 28 de Junho de 2017, mediante medidas de salvaguarda específicas para a República Checa. Na prática, significa que os produtos de javali não podem sair da zona infectada e que os porcos não podem ser transportados da zona infectada para o comércio intracomunitário. Para além disso, a autoridade competente terá que aumentar a vigilância dos javalis e as explorações de porcos na região.

Os Estados-membros e os especialistas da Comissão também examinaram a Estratégia de regionalização da doença, cujo objectivo é erradicar a mesma mediante a aplicação de medidas harmonizadas.

Fonte: Agrodigital


Notícias Associadas:

AESA: Alimentação animal contaminada pode ser a causa dos casos isolados de EEB na UE
Portugal e Espanha pretendem pedir antecipação da PAC em 70 por cento
UE: Campanha de comercialização 2017/2018 com produção de cereais inferior à média e aumento da superfície de beterraba
Incêndios: Bruxelas dará um máximo de 12,5 milhões de euros
Japão reduz taxas de importação da carne de porco da União Europeia


Imprimir  Enviar a um amigo

Voltar atrás