Bem-vindo ao site da CONFAGRI
19-08-2017 06:35
Go Search
 
 

 
Mais de 50 concelhos de 11 distritos em risco 'máximo' 

Fonte: Lusa

Mais de 50 concelhos de 11 distritos de Portugal continental estão hoje em risco ‘máximo’ de incêndio, de acordo com informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Segundo o IPMA, em risco 'máximo' estão mais de 50 concelhos de Faro, Beja, Santarém, Aveiro, Leiria, Castelo Branco, Portalegre, Guarda, Bragança, Vila Real e Viseu.

O IPMA colocou ainda vários concelhos dos 18 distritos de Portugal continental em risco ‘elevado’ e ‘muito elevado’.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o "reduzido" e o "máximo".

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Às 06:00, a Autoridade Nacional de Proteção Civil dava conta de 31 incêndios, cinco em curso, três em resolução e 23 em fase de conclusão.

A esta hora, os incêndios que mais meios mobilizavam eram o da Aldeia do Mato, na freguesia de Aldeia do Mato e Souto, concelho de Abrantes, distrito de Santarém, com 518 operacionais e 167 meios, e o de Paredes, freguesia de Adoufe e Vilarinho de Samardã, no concelho e distrito de Vila Real, com 411 operacionais e 122 veículos.

Também um incêndio no distrito de Castelo Branco, em Unhais da Serra, concelho da Covilhã, mobilizava às 06:00 mais de 100 (135) operacionais, com o auxílio de 38 veículos.


Notícias Associadas:

Mais de 50 concelhos de 12 distritos em risco 'máximo'
Presidente da República promulga diplomas para reforma da floresta apesar de suscitarem reparos
Mais de 30 concelhos de nove distritos em risco 'máximo'
Menos 5% de ocorrências de incêndios na primeira semana de agosto
A culpa não é do eucalipto, mas da falta de gestão florestal


Imprimir  Enviar a um amigo

Voltar atrás