Bem-vindo ao site da CONFAGRI
28-04-2017 01:24
Go Search
 
 

 
Economia na zona euro acelera para máximos de seis anos 

 

O crescimento económico em França ultrapassou o da Alemanha em Abril, segundo a estimativa preliminar dos gestores de compras da Markit Economics.

A economia da zona euro cresce ao ritmo mais rápido em seis anos, segundo a estimativa preliminar dos gestores de compras da Markit Economics divulgada esta sexta-feira. Em Abril, o índice PMI, que mede a nos serviços e indústria, subiu para 56,7 pontos em Abril, em comparação com os 56,4 pontos de Março.

Entre os países da zona euro, destaca-se a aceleração da economia francesa, que atingiu os 57,4 pontos e ultrapassou a alemã pela primeira vez desde 2012. O índice PMI indica um arranque de trimestre positivo e uma recuperação generalizada dos países da moeda única, destaca a Markit Economics. O relatório também mostra que o emprego na zona euro alcançou o valor mais alto em quase uma década.

«A economia da zona euro está a beneficiar de um forte início de segundo trimestre», referiu em comunicado o economista da IHS Markit, Chris Williamson. «Observa-se uma expansão robusta tanto na indústria como nos serviços, beneficiando a primeira claramente de um euro mais fraco, que ajudou ao crescimento das exportações para os níveis mais elevados em seis anos».

A IHS Markit sublinha ainda que os países do euro estão a conseguir crescer, apesar do risco associado às eleições presidenciais em França que acontecem já este Domingo.

O economista Carsten Brzeski da ING-DiBa AG, em Frankfurt, destaca ainda que «a mais interessante característica da retoma actual é que o momento positivo é generalizado à maioria dos países da zona euro e não é visto só nos mais fortes».

Fonte: jornaleconómico


Notícias Associadas:

CE apresenta primeiro balanço de proteína da UE para alimentação animal
Exportações continuam a crescer até 46 por cento do PIB já em 2019
Confiança aumenta em Portugal mas actividade económica cai
Leite: Importante subida de preços no leilão de Fonterra
Entregas de leite na UE reduzem 2,2 por cento em Janeiro


Imprimir  Enviar a um amigo

Voltar atrás