Após Brexit britânicos mantêm ajudas agrícolas até 2022

Confagri 11 Jan 2018

O Brexit está previsto para março de 2019. Depois dessa data, os agricultores britânicos deixam de receber ajudas da Política Agrícola Comum financiadas pela União Europeia, cujo total ultrapassa três milhões de libras, cerca de 3.387 milhões de euros.

No entanto, o ministro britânico da Agricultura, Michael Gove, comprometeu-se com o setor agrícolas para continuar a pagar com fundos próprios o mesmo nível de ajudas por um período de três anos, ou seja, até 2022. O responsável adiantou ainda que este período poderá estender-se até 2024, mas sob consulta prévia.

O governo britânico pretende estabelecer uma política agrícola desligada das ajudas, mas quere deixar este período transitório de três ou cinco anos para que o setor se possa adaptar. Contudo, a ideia é manter os mesmos padrões de bem-estar e sanidade animal, ambiente, de segurança alimentar como até agora, o que tem vindo a gerar grande preocupação e incertezas entre os agricultores e produtores que acham difícil manter as mesmas normas a preços competitivos sem qualquer apoio económico.

Fonte: Agrodigital

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI