Ministério da Agricultura encerrou na sexta-feira o pagamento aos agricultores com prejuízos até cinco mil euros

Confagri 12 Mar 2018

O ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos, disse, em Castanheira de Pêra, que o seu ministério encerrou na sexta-feira o pagamento aos agricultores afetados pelos grandes incêndios de 2017.

«Foi um esforço gigantesco que envolve mais de 24 mil agricultores e para os quais há um apoio financeiro que ascende a 88 milhões de euros, salientou o governante na conferência “Valorizar o Interior – Promover o investimento e o emprego», promovida pela CONFAGRI e UGT.

Segundo Capoulas Santos, o Ministério da Agricultura encerrou o processo de pagamento aos agricultores afetados pelos incêndios de junho e outubro na região Centro com prejuízos até cinco mil euros, que tinham recebido até ao final o ano 75 por cento do apoio concedido.

«Reservámos o restante do pagamento, 25 por cento, após a verificação dos controlos, infelizmente as irregularidades detetadas foram poucas, cerca de 800», disse o ministro.

Cerca de metade dos 24 mil apoiados receberam a última “tranche” na sexta-feira por transferência bancária e os restantes agricultores, que não têm conta bancária, vão receber durante a semana por vale postal.

Os 900 projetos de maior dimensão, que vão dos cinco mil até aos 800 mil euros, serão pagos contra a comprovação dos investimentos, adiantou o governante.

Fonte: Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI