Ministro da Agricultura vai propor reforço de meios no ICNF

Confagri 12 Out 2018

O ministro da Agricultura disse esta quinta-feira, na Marinha Grande, que vai propor em Conselho de Ministros o reforço de meios para o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas.

«No dia 25 de outubro haverá um Conselho de Ministros especialmente dedicado a questões que têm a ver com a temática das florestas e dos incêndios. Iremos levar, juntamente com o Ministério do Ambiente, uma proposta para o reforço de meios humanos e materiais, quase exclusivamente na sua componente regional», disse Capoulas Santos, à margem da apresentação do Programa de Recuperação das Matas Litorais, que decorreu na Marinha Grande, distrito de Leiria.

O ministro salientou que o objetivo é «dar muito mais capacidade de intervenção a partir dos serviços regionais do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e não propriamente aos serviços centrais, que manterão uma dimensão não superior à atual». Sem querer avançar com o número de funcionários que irá propor, Capoulas Santos disse apenas que «envolve um número considerável de técnicos».

Na Marinha Grande foi aberto um concurso para 35 assistentes operacionais do ICNF, mas que não ficou preenchido por falta de candidatos. «Isso deve-se ao facto de o emprego estar a melhorar em Portugal e esta é uma zona de quase pleno emprego. Estamos a falar de maior dificuldade no preenchimento das categorias mais baixas, mas uma boa parte do reforço do ICNF terá por base técnicos de formação média ou superior, onde penso que não haverá dificuldade de recrutamento», declarou o ministro.

Capoulas Santos adiantou ainda que a venda da madeira queimada «funcionou ao valor de mercado». Houve «o cuidado de fixar limiares mínimos precisamente para garantir que não haveria aviltamento do preço de mercado, assim como tivemos o cuidado de calendarizar as propostas de venda para que dado o excesso de oferta pudéssemos proteger os preços pagos aos produtores privados», acrescentou o governante.

O ministro admitiu também que os 15 milhões de euros de investimento, que estão previstos para a Mata Nacional de Leiria até 2022 é, «seguramente, uma fatia pequena» e «apenas a componente da gestão florestal».

Fonte: Diário de Notícias

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI