Moeda e meteorologia provocam subida nos preços do trigo

Confagri 06 Nov 2017

A semana passada terminou com importantes subidas no preço do trigo. As divisas e a meteorologia tiveram diretamente ligadas com estes aumentos. Por um lado, no Reino Unido, o Banco de Inglaterra aumentou as taxas de juro, o que não ocorria em 10 anos, pelo que a libra entrou em colapso, o qual, o trigo acompanhou com subidas.

Por outro lado, as condições meteorológicas na América do Sul impulsionaram os preços apesar dos maus dados da exportação. O excesso de humidade na Argentina e as áreas de produção de cereais de palha no Brasil terão um impacto negativo na qualidade e no rendimento, de acordo com a avaliação de Toño Catón, diretor de Culturas Arvenses de Cooperativas Agroalimentarias de Espanha.

Na União Europeia (UE), o mercado do trigo não foi levado em consideração devido aos maus resultados das exportações. Na semana de 18, a UE apenas exportou 17.725 toneladas, enquanto a média semanal exportada nas 17 primeiras semanas da campanha foi de 388 mil toneladas. Este resultado reduzido de exportação manifesta a pouca competitividade dos trigos da UE no mercado mundial.

Em Espanha, a seca obrigou a realizar as plantações em seco e o mercado continua influenciado pela oferta elevada e a Ucrânia já plantou 96 por cento da superfície de trigo de inverno.

Nos Estados Unidos da América (EUA), os analistas aumentaram os rendimentos estimados de milho para o intervalo entre 10,88 a 10,9 toneladas por hectare. Resta aguardar pelas próximas estimativas, mediante a informação do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), publicado a nove de novembro.

Toño Catón recorda que haverá uma grande dependência da soja, já que a elevada procura por parte da China não deixa descansar as subidas em conjunto com os rumores de piores rendimentos nos Estados Unidos, que ainda terá uma produção recorde. FCStone prevê uma produção para os EUA entre 358,9 e 366,64 milhões de toneladas e uma produção no Brasil na primeira colheita de 23,64 a 24,05 milhões de toneladas.

Fonte: Agrodigital

 

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI