A União Europeia é novamente líder no Comércio de Produtos Agroalimentares

Confagri 05 Set 2019

Num relatório publicado hoje, a União Europeia (UE) confirma por mais um ano a sua posição como maior exportador global de produtos agroalimentares, tendo as exportações atingido os € 138 bilhões em 2018.

Os produtos agrícolas representam uma parte sólida de 7% do valor total das exportações da UE 2018, ocupando o quarto lugar depois de máquinas, outros produtos manufaturados e produtos químicos.

A agricultura e as indústrias e serviços relacionados com a alimentação fornecem juntos quase 44 milhões de empregos na UE.

A cadeia de produção e processamento de alimentos representa 7,5% do emprego e 3,7% do valor agregado total na UE.

Phil Hogan, Comissário da Agricultura e Desenvolvimento Rural, referiu: “A Política Agrícola Comum cada vez mais orientada para o mercado deu uma contribuição decisiva para o sucesso da UE no comércio agrícola. A reputação da UE de ter produtos seguros, produzidos de forma sustentável, nutritivos e de qualidade é uma fórmula vencedora no mercado global. A Comissão está aqui para ajudar os produtores a aproveitar ao máximo as oportunidades em todo o mundo, garantindo sempre que os nossos setores mais sensíveis recebam garantias suficientes. ”

Os cinco principais destinos dos produtos agroalimentares da UE continuam a ser os Estados Unidos (EUA), China, Suíça, Japão e Rússia, representando 40% das exportações da UE.

Além de negociar acordos comerciais que oferecem mais oportunidades para os agricultores da UE, a Comissão Europeia ajuda os exportadores da UE a entrar em novos mercados e a beneficiar de possibilidades de negócios por meio de atividades de promoção, incluindo missões de alto nível lideradas pelo Comissário Phil Hogan.

Em 2018 e 2019, o Comissário Hogan, acompanhado por produtores da UE, viajou para a China, Japão e para os Emirados Árabes Unidos.

Vinhos e vermute continuam a dominar a lista de produtos exportados, com as bebidas espirituosas e os licores a ocupar o segundo lugar.

No que diz respeito às importações, o relatório conclui que a UE se tornou o segundo maior importador de produtos agroalimentares, com 116 bilhões de euros em importações.

Isso faz com que a balança comercial da UE para este setor tenha um saldo positivo de 22 bilhões de euros.

A UE importa principalmente três tipos de produtos: produtos que não são, ou apenas em pequena medida, produzidos na UE, como frutas tropicais, café e frutas frescas ou secas (representando 23,4% das importações em 2018); produtos destinados à alimentação animal (incluindo bolos de soja e soja – juntos 10,8% das importações); e produtos usados ​​como ingredientes noutros processamentos (como óleo de palma).

As importações dos EUA foram as que mais cresceram em 2018, com um aumento de 10%, o que faz deste país o principal fornecedor de produtos agroalimentares da UE.

O relatório completo também inclui uma visão geral do desempenho comercial dos principais parceiros da UE (Estados Unidos, China, Brasil, Japão, Rússia) e seus fluxos comerciais com a UE, além de um capítulo sobre comércio e cooperação com os países menos desenvolvidos.

Relatório EN

 

Fonte: Comissão Europeia

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI