Proteção Civil alerta para risco de fogo devido ao tempo quente e seco

Confagri 23 Jun 2020

Fonte: expresso.pt/Lusa

A ANEPC, citando as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), refere que estão previstos para as próximas 72 horas uma intensificação gradual do vento e uma subida da temperatura máxima, com maior incidência na região Sul e no Vale do Tejo.

A Proteção Civil alertou esta segunda-feira a população para o perigo de incêndio florestal, em especial nas regiões do Sul e do interior Centro e Norte, devido à previsão para os próximos dias de tempo quente e seco.

Num aviso à população, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) refere que são esperadas “condições favoráveis à eventual ocorrência e propagação de incêndios rurais em especial nas regiões do Sul e do interior Centro e Norte” devido às previsões meteorológicas.

A ANEPC, citando as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), refere que estão previstos para as próximas 72 horas uma intensificação gradual do vento e uma subida da temperatura máxima, com maior incidência na região Sul e no Vale do Tejo.

A Proteção Civil destaca que, para terça-feira, está prevista humidade do ar baixa e sem recuperação noturna, subida da temperatura máxima e vento fraco a moderado, mas na quarta-feira o vento vai soprar forte nas terras altas e no Algarve e de noroeste no restante território.

“Este cenário meteorológico irá traduzir-se num aumento do índice de risco de incêndio”, refere a ANEPC.

A ANEPC frisa que nos locais onde o índice de risco temporal de incêndio é ‘muito elevado’ e ‘máximo’ não é permitido realizar queima de matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração, uso de fogareiros e grelhadores em todo o espaço rural, lançamento de balões com mecha acesa e de foguetes e uso de fogo-de-artifício.

De acordo com a Proteção Civil, nos locais onde o índice de risco temporal de incêndio seja ‘máximo’ não é permitido a realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a motorroçadoras de cabeça de corte de disco, corta-matos e destroçadores.

A ANEPC recomenda ainda a adequação dos comportamentos e atitudes face à situação de perigo de incêndio rural, nomeadamente através da adoção das necessárias medidas de prevenção e precaução, na utilização do fogo em espaços rurais.

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI