Défice comercial alimentar agravou-se em 2018

Confagri 29 Jul 2019

Fonte: expresso.pt

Durante o ano passado Portugal teve de comprar mais bens alimentares aos outros países para se alimentar.

O défice da balança comercial dos produtos agrícolas e agroalimentares agravou-se e atingiu os 3.705,8 milhões de euros.

De acordo os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativos ao ano agrícola de 2018, ao longo da campanha em análise assistiu-se a um aumento da procura interna de diversos produtos agrícolas, o que acabou por ter reflexos ao nível do grau de autoaprovisionamento.

O INE garante que em 2018 Portugal manteve-se autossuficiente nas produções de leite, ovos, azeite, vinho, arroz e tomate para indústria e deficitário nos restantes produtos agrícolas, nomeadamente nas carnes, frutos, cereais exceto arroz, batata, leguminosas secas, sementes e frutos de oleaginosas exceto azeitona e gorduras e óleos vegetais exceto azeite.

“Esta conjuntura teve reflexo no saldo da balança comercial dos ‘Produtos agrícolas e agroalimentares (exceto bebidas) cujo défice aumentou, face a 2017, 80,0 milhões de euros, fixando-se em 3 705,8 milhões de euros”.

Esta evolução desfavorável ficou a dever-se ao aumento das importações (+261,9 milhões de euros) ter sido superior ao acréscimo das exportações (+181,8 milhões de euros).

 
Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI