Ministra da Agricultura garante menos burocracia e mais regadio para setor

Confagri 08 Out 2021

Fonte: rtp.pt/Lusa

A ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes, assegurou que os agricultores portugueses vão poder contar com menos burocracia e um aumento da área de regadio nos próximos anos.

A responsável pelo setor agrícola visitou a feira Fruit Attraction 2021, nomeadamente os mais de 35 expositores portugueses, principalmente produtores de frutas, legumes e flores, presentes neste evento, um dos principais a nível mundial, que voltou a ter lugar depois da interrupção de 2020, devido à pandemia de covid-19.

“Estamos a construir um plano estratégico [para a Política Agrícola Comum (PAC)] que quer simplificar” a vida dos agricultores, assegurou a ministra em resposta a várias queixas dos produtores presentes contra a burocracia que têm de enfrentar atualmente.

Maria do Céu Antunes explicou que esse plano “é muito focado nos resultados e menos na forma como se chega aos resultados”.

“Pela primeira vez vamos ter um plano estratégico para o país todo”, disse a ministra, garantindo que o país vai ter um “orçamento disponível [fundos] para fazer face à transição ambiental que tem de ser acompanhada por uma transição digital”.

Para Maria do Céu Antunes, a desburocratização vai permitir alcançar o objetivo de ter “uma agricultura que seja verdadeiramente baseada numa produção sustentável, inovadora, agrícola e florestal”.

A responsável governamental manifestou a sua satisfação com o setor português das frutas, legumes e flores, que não parou durante a pandemia e que nos últimos 10 anos teve um crescimento de 116% nas exportações: de 780 milhões de euros em 2010 para 1.683 milhões em 2020.

Uma referência ainda ao setor agrícola em geral “que durante a pandemia cresceu 5,5%”, o que “mostra a sua vitalidade” numa área “importante” da economia portuguesa.

No entanto, “precisamos de fazer mais e melhor”, reconhece a ministra da Agricultura, acrescentando que por essa razão se está a elaborar o Plano Estratégico para a PAC onde se “quer ser mais ambicioso”.

Em resposta a uma outra grande preocupação dos produtores do setor presente em Madrid, Maria do Céu Antunes também concordou que no futuro tem de haver um aumento da área de regadio.

“No acordo fechado em junho passado conseguimos, nomeadamente, uma taxa de comparticipação de 100% para o regadio coletivo eficiente”, sublinhou a ministra, que avançou que está agora a ser elaborado “um estudo a nível nacional” para identificar as zonas onde as áreas de regadio têm mais potencial.

O Governo tem previsto, no Programa Nacional de Investimentos 2030, uma verba de 750 milhões de euros “para continuar a investir em regadio: metade para modernizar instalações já construídas e a outra metade para “construção de novos regadios”.

Na mesma ocasião, o presidente executivo da Portugal Fresh, Gonçalo Santos Andrade, fez um balanço “extremamente positivo” da presença portuguesa na feira Fruit Attraction 2021, assegurando as empresas nacionais têm a expectativa de crescimento das suas exportações.

“Depois de três dias de feira foram superadas as expectativas que tínhamos. Passaram muitos clientes, habituais e potenciais novos clientes”, resumiu Gonçalo Santos Andrade.

A Portugal Fresh — Associação para a Promoção das Frutas, Legumes e Flores de Portugal – com 103 associados que representam mais de 4.500 produtores portugueses organizou a vinda dos expositores nacionais a Madrid.

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI