Produção agrícola estável face a 2020 e preços no produtor melhoram

Confagri 08 Jul 2021

Fonte: noticiasaominuto.com/Lusa

A produção agrícola mantém-se estável, destacando-se um pico em abril de 2020 para dar resposta à procura, mas os preços no produtor melhoraram em algumas categorias, como nas plantas e flores, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

As previsões agrícolas de 31 de março de 2020 apontavam para um “aumento generalizado da produtividade dos cereais de outono/inverno”, nomeadamente, mais 5% no trigo e aveia e 10% no tricale, nível que se manteve relativamente estável tanto no mês seguinte, como em maio de 2021, últimos dados disponíveis.

No que se refere à batata, em março de 2020, alguns produtores ficaram indecisos quanto a avançar com esta cultura “face à possível diminuição da procura” devido à covid-19, contudo estimou-se que a área plantada seria semelhante à de 2019, ou seja, 21.000 hectares.

No entanto, as condições meteorológicas e as de mercado levaram a uma queda de 5% na área plantada logo no mês seguinte. Já em maio de 2020, a estimativa aponta para uma manutenção da área plantada em relação a 2020.

Por sua vez, o peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo em março do ano anterior foi de 41.418 toneladas, um acréscimo homólogo de 11,4%, porém 2,7% abaixo da quantidade totalizada no mês anterior.

Já em abril de 2021, o peso total de gado abatido e aprovado foi de 37.863 toneladas, mais 8,3% do que em igual período do ano passado e mais 9,1% face a março do mesmo ano.

O volume de produção de frango, por seu turno, caiu 4,8% no final de março de 2020 para 26.096 toneladas, enquanto a de ovos de galinha para consumo avançou 3,9% para 8.717 toneladas.

Esta foi a categoria na qual se registou uma maior queda, tendo em conta que em abril de 2021, o volume de frango contraiu 17% para 20.729 toneladas, porém, a produção de ovos cedeu 4,5%, mas rondou as 9.214 toneladas.

Destaca-se ainda o aumento de 14,3% da produção de ovos no final de março de 2020 para 10.575 toneladas.

Os dados do INE indicaram ainda que a recolha de leite de vaca, em março de 2020, foi de 172.000 toneladas, mais 2,1% do que no mês homólogo, valor que se manteve praticamente estável quando comparado com abril do corrente ano.

Deste o início da pandemia de covid-19, o índice de preços de produtos agrícolas no produtor registou melhorias em algumas categorias e mesmo nas que permanecem em queda, a descida foi inferior à totalizada no ano passado.

Neste âmbito, em março de 2020, verificava-se, por exemplo, um retrocesso homólogo de 39,1% no caso da batata, uma subida de 37,2% nos suínos e um recuo de 7,1% nas plantas e flores.

No entanto, em maio do mesmo ano contabilizaram-se recuos de 24,9% nas batatas, 12,1% nas plantas e flores e 9,4% nos suínos.

Considerando estas mesmas categorias, o índice de preços no produtor cresceu 21,7%, em maio de 2021, no caso dos suínos, cedeu 26,5% nas batatas e progrediu 22,2% nas plantas e flores.

O presidente da Comissão Nacional de Acompanhamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), António Costa e Silva, disse à Lusa, em maio, acreditar que a retoma económica de Portugal ainda vai demorar, embora alguns setores como o turismo e a agricultura possam recuperar mais depressa.

Este especialista justificou as suas previsões, no caso da agricultura, com os mais de 180 países para os quais o setor exportou só em 2019.

Em 19 de março de 2020 Portugal entrou no primeiro estado de emergência depois do 25 de abril, face à pandemia de covid-19, um dia após o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, ter falado ao país para anunciar esta decisão.

No final de abril de 2021, Marcelo Rebelo de Sousa comunicou que não iria renovar o estado de emergência, após ter sido decretado por 15 vezes, justificando a decisão com a melhoria verificada nos dados mais recentes do país, mantendo-se, porém, algumas restrições à circulação e ao funcionamento dos estabelecimentos e serviços.

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI