O livro “Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável na CPLP”

Confagri 12 Nov 2018

O livro “Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável na CPLP” está já disponível online. Esta publicação promovida pelos escritórios da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação em Portugal e junto da (CPLP) Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e pelo Ministério da Agricultura, Florestas e do Desenvolvimento Rural, com o apoio do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral, integra a coletânea das principais comunicações e resultados da Reunião de Alto­ Nível de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável na CPLP.

Esta reunião fi organizada pelo Governo Português com o apoio da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), em Lisboa, de 5 a 7 de fevereiro de 2018. A iniciativa integrou a Cimeira de Ministros da Agricultura da CPLP, da qual resultou a Carta de Lisboa, tendo como objetivo principal o reconhecimento da importância da Agricultura Familiar e o reforço do compromisso dos Estados-membros da CPLP com a implementação de políticas e de estratégias tendentes a reduzir as desigualdades.

O prefácio do livro ficou a cargo do ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, no qual realça que «a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, acordada em 2015 no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU), constitui um compromisso e uma oportunidade fundamental, à escala mundial, para acabar com a fome no Mundo, que atinge ainda 820 milhões de pessoas. Na CPLP existem cerca de 19 milhões de cidadãos que padecem de fome, representando ainda sete por cento da sua população».

Acrescenta o ministro que a Agricultura Familiar «assume uma importância fundamental pois pode contribuir de forma eficaz para a resolução dos problemas de segurança alimentar através do aumento do nível global de autossuficiência alimentar junto das populações pobres».

Por outro lado, diz Capoulas Santos, a Agricultura Familiar «desempenha também um papel fundamental na fixação das populações, na manutenção da paisagem, na estruturação do tecido e na coesão social e territorial das zonas rurais».

Por sua vez, Francesco Pierri, Chefe da Unidade de Advocacia – Divisão de Parcerias e Cooperação Sul-Sul da FAO (DPS), e Guilherme Brady Líder da Equipa de Organizações da Sociedade Civil (DPS), referem que «o principal objetivo da Década da Agricultura Familiar é contribuir para promover melhores políticas públicas a favor da Agricultura Familiar, apoiando os esforços da comunidade internacional na erradicação da pobreza e da fome, na redução da desigualdade e no combate às alterações climáticas, garantindo que ninguém seja deixado para trás».

Salientam aqueles responsáveis que a Década pretende «fortalecer e promover espaços de diálogo político multi-atores, estimular a implementação de políticas e leis centradas na obtenção de direitos sobre os recursos naturais, no acesso a mercados inclusivos, na adaptação às alterações climáticas e nos programas de proteção social e incentivar o aumento da investigação participativa com o intuito complexo de desenvolver a agricultura familiar e promover oportunidades de emprego e renda no meio rural».

O livro “Agricultura Familiar e Desenvolvimento Sustentável na CPLP” está já disponível online, aqui

Fonte: Agricultura e Mar Actual

 

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI