As previsões agrícolas apontam para um aumento da produtividade de trigo, triticale e aveia.

Confagri 23 Abr 2021

Fonte: INE

As previsões agrícolas, em 31 de março, apontam para um aumento da produtividade de 10% no trigo mole e 5% no trigo duro, triticale e aveia, face a 2020, e para a manutenção do rendimento unitário do centeio em níveis significativamente acima da média do último quinquénio (+7%). De referir que a campanha cerealífera, que tem decorrido com condições meteorológicas favoráveis, encontra-se com um ligeiro adiantamento face ao normal para a época.

Quanto à batata, e após os atrasos que se registaram nas plantações mais precoces (na maioria dos casos provocados pelo frio e chuva de janeiro e fevereiro), a instalação decorreu a bom ritmo ao longo do mês, estimando-se que se prolongue por abril nas principais regiões produtoras. Prevê-se que a superfície plantada atinja os 20 mil hectares, semelhante à registada em 2020.

Produção de leite e produtos lácteos

A recolha de leite de vaca foi 150,1 mil toneladas, o que indicou um decréscimo de 3,4% (-0,4% em janeiro). O volume de produtos lácteos teve igualmente uma redução de 5,9% (-7,5% em janeiro), devido sobretudo à menor produção de leite para consumo (-8,3%), mas também à diminuição registada nos leites acidificados (-1,5%) e na
manteiga (-5,0%).

Gado, aves e coelhos abatidos

O peso limpo total de gado abatido e aprovado para consumo em fevereiro de 2021 foi 35 877 toneladas, o que correspondeu a um acréscimo de 2,1% (-6,3% em janeiro), devido ao maior volume de abate registado nos bovinos (+0,8%) e suínos (+2,8%). O peso limpo total de aves e coelhos abatidos e aprovados para consumo foi 27 165 toneladas, o que representou um decréscimo de 4,6% (-3,5% em janeiro), devido ao menor volume de abate registado nos galináceos (-4,2%), perus (-3,7%), patos (-29,7%) e coelhos (-1,5%).

Produção de aves e ovos

O volume de frango aumentou 0,5%, com uma produção de 26 218 toneladas (+9,3% em janeiro), tendo, no entanto, registado um decréscimo de 2,3% em número de cabeças (+4,8% em janeiro), consequência do peso médio dos animais ter sido significativamente superior. A produção de ovos de galinha para consumo registou um decréscimo de 11,4% (-7,5% em janeiro), não tendo ultrapassado as 7 719 toneladas.

Preços e índices de preços agrícolas

Em março de 2021 as variações mais significativas, em módulo, no índice de preços de produtos agrícolas no produtor, foram observadas nos frutos (+31,2%), batata (+29,5%), plantas e flores (+16,0%), hortícolas frescos (+14,2%) e suínos (-14,1%).

Em comparação com o mês anterior, as variações de maior amplitude verificaram-se nos suínos (+19,0%), ovos (+13,5%), hortícolas frescos (+13,3%) e aves de capoeira (+13,2%).

Em dezembro de 2020, o índice de preços de bens e serviços de consumo corrente (INPUT I) registou uma variação de -0,3%, enquanto que o índice de preços de bens e serviços de investimento (INPUT II) aumentou 1,5%. Relativamente ao mês anterior assistiu-se a um aumento de 0,4% no índice de preços de bens e serviços de consumo corrente, enquanto que no índice de preços de bens e serviços de investimento não se observou qualquer variação.

Consulte o Boletim do INE

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI