Batata-doce e cebola da Madeira passam a beneficiar de ‘selo’ de origem protegida

Confagri 13 Set 2019

Fonte: jornaleconomico.sapo.pt

Com esta denominação pretende-se garantir que os agricultores e produtores tenham uma remuneração mais justa pela preservação das características destes produtos ou do seu modo tradicional de produção.

O Governo Regional criou um registo de produtores de batata-doce e cebola da Madeira, tornando estes produtos como Denominação de Origem Protegida (DOP), ao abrigo dos regimes de qualidade da União Europeia, de acordo com despacho publicado em jornal oficial.

Com esta alteração a DOP, aplicada à batata-doce e à cebola da Madeira, pretende-se garantir que os agricultores e produtores regionais tenham uma “remuneração mais justa pela promoção e preservação das qualidades e das características” destes produtos, ou do “modo tradicional ou particular” de produção, explica o despacho. 

Outro objectivo da DOP passa por dar aos consumidores “informações claras e verdadeiras” que respeitam as “características especiais” ligada à origem geográfica da sua produção, ou que “gozam de uma notoriedade” que está intrinsecamente ligada à sua área de produção (IGP), ou ao seu “modo tradicional” de produção (ETG), acrescenta o despacho publicado em diário oficial.

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI