Comissão junta oito ministérios para fazer estatuto da pequena agricultura familiar

Confagri 23 Ago 2017

A Comissão Interministerial para a Pequena Agricultura Familiar, que entra em vigor na quinta-feira, reúne ministros de oito áreas, sendo coordenada pelo responsável pela Agricultura, Capoulas Santos, para elaborar o estatuto para aquelas explorações.

O Despacho nº 7423/2017,  publicado esta quarta-feira em Diário da República, cria a comissão com vista à elaboração do Estatuto para a Pequena Agricultura Familiar, «composta por membros do Governo cujas áreas governativas se revelam fundamentais para garantir o enquadramento nacional necessário aos desafios que a agricultura familiar enfrenta».

Assinado pelos ministros das Finanças, do Trabalho, da Saúde, Planeamento e Infraestruturas, Economia, Ambiente e Mar, além da Agricultura, a nova iniciativa pretende «suster e inverter» a tendência de diminuição da agricultura familiar em Portugal, registada nos últimos anos.

No diploma, o Governo considera fundamental promover o reposicionamento da agricultura familiar no seio das políticas agrícolas, ambientais e sociais, identificando lacunas e oportunidades para promover uma mudança que conduza a um desenvolvimento mais equitativo e equilibrado.

A nova comissão surge no âmbito do «apoio reforçado» à pequena agricultura e ao rejuvenescimento do tecido social das zonas rurais, tentando promover a ocupação de territórios maioritariamente despovoados e o exercício de práticas ambientais que contribuam para a preservação da biodiversidade e da paisagem.

Nos últimos 20 anos, segundo o Governo, tem desaparecido um elevado número de pequenas explorações, quer por motivos exteriores à atividade, quer porque o rendimento obtido não permite compensar «os custos de oportunidade atribuídos ao seu trabalho e outros recursos próprios».

Cerca de 284 mil explorações podem ser qualificadas como familiares, representando 93 por cento do número total de explorações e 49 por cento da superfície agrícola útil, segundo os dados citados no despacho que salienta também o peso do trabalho familiar nessas explorações, representando cerca de 82 por cento do trabalho total nas explorações agrícolas.

Em Maio, o ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural referia na Assembleia da República que o estatuto para a pequena agricultura familiar iria ser anunciado em breve e visava concentrar ajudas e apoios a este setor.

Capoulas Santos respondia a críticas de comunistas e bloquistas quanto às dificuldades da agricultura portuguesa no quadro da Política Agrícola Comum (PAC).

O objetivo, dizia o ministro, era «concentrar um conjunto de ajudas possíveis para defender e revitalizar este importante setor económico e social».

Fonte: Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI