Depressão “Helena” coloca oito distritos sob aviso vermelho

Confagri 01 Fev 2019

Vários distritos da costa ocidental de Portugal continental estão esta sexta-feira sob aviso vermelho, o mais grave, devido à previsão de agitação marítima, o que levou já ao encerramento de oito barras.

Os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Coimbra, Leiria, Lisboa e Setúbal vão estar entre as 12H00 e as 21H00 de hoje sob aviso vermelho devido à previsão de agitação marítima.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), estão previstas ondas de noroeste com 7 a 8 metros, com altura máxima que poderá atingir 13 a 15 metros.

Na sequência do mau tempo e de acordo com informação da Marinha portuguesa, cerca das 06H00 de hoje estavam fechadas a toda a navegação as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa do Varzim, Vila do Conde, Aveiro, São Martinho do Porto e Ericeira.

Segundo a Marinha, a barra de Viana do Castelo está condicionada, encontrando-se fechada apenas a embarcações de calado inferior a 30 metros. As barras do Douro e da Figueira da Foz estão apenas fechadas a embarcações com calado inferior a 35 metros.

Além do vermelho para a agitação marítima, o IPMA emitiu avisos laranja e amarelo para esta sexta-feira e sábado de vento para todos os distritos de Portugal continental, exceto Évora, e de neve para Viana do Castelo, Braga, Porto, Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Aveiro e Coimbra.

O mau tempo que está a fazer-se sentir em Portugal continental deve-se aos efeitos da depressão “Helena”, centrada a noroeste do golfo de Biscaia, Espanha.

Esta depressão vai afetar Portugal Continental em particular no que respeita ao vento e à agitação marítima na costa ocidental.

Para hoje está previsto vento forte de noroeste, com rajadas até 75/85 km/h no litoral, que deverão atingir valores da ordem de 110 km/h a norte do cabo Mondego e nas terras altas do Minho e Douro litoral e da região Centro.

Quanto à agitação marítima, a previsão aponta para a costa ocidental ondas de 5 a 7 metros, e temporariamente a norte do cabo Raso, passando a 7 a 8 metros durante a tarde e início da noite, e com uma altura máxima que poderá atingir 15 metros.

Devido à passagem de uma massa de ar polar pós-frontal fria, prevê-se ocorrência de aguaceiros que poderão ser localmente intensos, de granizo e acompanhados de trovoada, e sob a forma de neve nas terras altas. O IPMA prevê ainda uma descida da temperatura, o que associado ao vento forte aumentará o desconforto térmico.

Por causa do mau tempo, a Autoridade Marítima Nacional e a Marinha alertou para o agravamento das condições meteorológicas e oceanográficas na zona norte de Portugal continental, entre a madrugada de hoje e a de sábado.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil alertou para a possibilidade de cheias, formação de lençóis de água e gelo e quedas de árvore devido às previsões de chuva, neve, vento e agitação marítima para os próximos dias.

Fonte: N.N./Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI