Alfândega da Fé recebe parceiros internacionais para mitigar alterações climáticas

Confagri 01 Abr 2019

O município de Alfândega da Fé recebe esta semana os parceiros de um projeto internacional em que cada um está a desenvolver a nível local ações para mitigar os efeitos das alterações climáticas, divulgou esta terça-feira a autarquia.

O projeto “Life Adaptate” junta os municípios portugueses de Alfândega da Fé, em Trás-os-Montes, e Mértola, no Alentejo, Águilas, Cartagena e Lorca, de Espanha, e Smiltene, da Letónia, e representantes de cada um vão participar na reunião internacional marcada para quinta e sexta-feira, no concelho transmontano.

O projeto está em curso há cerca de um ano, como disse à Lusa a presidente da Câmara de Alfândega da Fé, Berta Nunes, e visa também reforçar o compromisso dos municípios europeus com o Pacto dos Autarcas para a Energia e Clima.

Com a duração de três anos, o “Life Adaptate” prevê encontros regulares como o que vai acontecer em Alfândega da Fé «numa lógica de partilha de experiências, boas práticas e resultados da implantação do projeto a nível local».

Cada um dos municípios está a desenvolver ações de boas práticas na área ambiental que, no caso de Alfândega da Fé, passam por alargar um lago natural, chamado de charca na região, para regadio e para que os meios aéreos possam atestar no combate aos incêndios florestais, segundo a autarca.

Este investimento na área da União de Freguesias de Gebelim e Soeima irá também ajudar à diminuição da temperatura ambiente. Outro investimento em curso é a criação de zonas de sombreamento no parque de estacionamento das viaturas do município, com recurso a uma estrutura que comportará um campo de painéis fotovoltaicos para produção de energia «O objetivo é que os edifícios municipais sejam energeticamente suficientes e sustentáveis», realçou a autarca.

Berta Nunes explicou que o projeto “Life Adaptate” assegura financiamento para as ações previstas, nomeadamente «50 por cento para os projetos e 100 por cento para outras atividades imateriais».

Ao todo, durante os três anos de duração do projeto, Alfândega da Fé irá investir cerca de 300 mil euros a nível local para mitigar os efeitos das alterações climáticas. «Não é muito dinheiro, a vantagem deste projeto é poder aprender com outras autarquias, com outras experiências», apontou a presidente, sublinhando que há também empresas envolvidas que dão contributos para o desenvolvimento do projeto.

O município de Alfândega da Fé já possui também um Plano Estratégico de Adaptação às Alterações Climáticas e tem em curso várias ações de sensibilização junto de públicos-alvo específicos.

Fonte: Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI