Cereais são a quarta cultura agrícola com maior produção em Portugal

Confagri 26 Abr 2022

Fonte: vidarural.pt

No âmbito do Dia da Produção Nacional, a Pordata, base de dados estatísticos da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS), disponibilizou um conjunto de indicadores sobre a agricultura em Portugal. Um dos destaques vai para os cereais, que são a quarta cultura agrícola com maior produção em Portugal.

Em comunicado, a Pordata informa que, em 2020, foram produzidas um milhão de toneladas. Este valor contrasta com o de 1986, ano em que os cereais eram a cultura agrícola com a maior produção (1,7 milhões de toneladas).

Os dados disponibilizados pela plataforma nota ainda que de 1989 para 2019 o número de agricultores desceu de 16% da população residente (1,5 milhões) para 6% (650 mil).

Relativamente a este setor, a Pordata revela que o salário médio dos trabalhadores é de 823 euros, menos 21% do que o dos trabalhadores por conta de outrem, em geral. São menos 219 euros por mês. “Só no setor dos Alojamentos e Restauração se ganha menos”, declara.

As explorações agrícolas são também menos, com uma redução de mais de metade em 30 anos. Da superfície agrícola praticamente metade serve para pastagens permanentes (52%) destinadas à produção pecuária. Mas em 1989, o peso do território destinado à pecuária representava 1/5 da superfície (21%).

A riqueza criada pela Agricultura em 2021 foi de 3,5 mil milhões de euros. Descontando a inflação acumulada ao longo dos anos, este valor tem vindo a diminuir desde o início dos anos 80. Nessa década, a agricultura gerava mais do dobro da riqueza atual.

Em 2020, Portugal recebeu 170 milhões de euros em ajudas ao investimento na agricultura. A preços constantes, desde que Portugal entrou na União Europeia, o valor mais alto foi em 1989, quando Portugal recebeu 2,5 vezes mais do que em 2020.

Superfície agrícola

  • Principais culturas agrícolas com mais superfície: olival (4,1% do território); cereais (2,3%) e vinha (1,9%);
  • Em 1986, os cereais ocupavam o primeiro lugar (9,5%), seguidos do olival (3,7%) e da vinha (2,8%);
  • Entre 1986 e 2020, as principais leguminosas secas foram a cultura agrícola que perdeu mais superfície em termos relativos (-91%). Em contrapartida, os principais frutos de casca rija foram a cultura agrícola que mais superfície ganhou (+87%).

Produção

  • Principais culturas agrícolas com maior produção: principais culturas forrageiras (4,4 milhões de toneladas); principais culturas para indústria (1,3 milhões toneladas); culturas hortícolas (1,2 milhões t) e cereais (1 milhão t);
  • Em 1986, os cereais ocupavam o primeiro lugar (1,7 milhões t), seguidos da batata (1,6 milhões t) e da vinha (1,1 milhões t);
  • Entre 1986 e 2020, as principais leguminosas foram a cultura agrícola que sofreu maior queda na produção em termos relativos (-86%), e o olival duplicou a sua produção, sendo a cultura agrícola com maior ganho na produção.

Produtividade

  • Culturas agrícolas com mais produtividade são as principais culturas para indústria (64 mil kg/ha), as principais culturas forrageiras (31 mil kg/ha) e as culturas hortícolas (27 mil kg/ha);
  • Em 1986, era a batata que ocupava o primeiro lugar (13 mil kg/ha), seguida das principais culturas para indústria (11 mil kg/ha), e citrinos (8 mil kg/ha).

Outros destaques

  • Em 2020, Portugal foi o quarto maior produtor de olival (723 mil t) entre 8 países da União Europeia com produção nesse ano;
  • Em 2020, Portugal foi o quinto maior produtor de vinha (853 mil t) da União Europeia, entre 19 países produtores nesse ano;
  • A queda mais acentuada de trabalhadores agrícolas ocorreu entre 1989 e 1999 (menos meio milhão de trabalhadores);
  • O investimento em maquinaria e materiais representa 40% do total de investimento do setor agrícola;
  • Em 2019, a superfície agrícola utilizada ocupava 43% do território nacional. Portugal era, em 2016, o 16.º país da União Europeia onde a agricultura ocupava maior parte do território nacional.
Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI