Cinco cidades portuguesas estão entre as 100 mundiais onde 70 por cento da energia é de fontes renováveis

Confagri 27 Fev 2018

Estudo da organização Carbon Disclosure Project, a que o Jornal Económico teve acesso, identificou Braga, Cascais, Fafe, Moita e Porto como cinco das cidades mundiais que mais se alimentam de fontes renováveis.

O número de cidades alimentadas por energia renovável está a aumentar e há cinco urbes portuguesas entre as 100 cidades mundiais onde pelo menos 70 por cento da energia provém de fontes renováveis. Os dados são de um estudo da organização Carbon Disclosure Project (CDP).

Entre as cidades do estudo, que irá ser publicado esta terça-feira e mede a utilização de energia renovável em 570 cidades a nível mundial, estão os centros urbanos portugueses de Braga, Cascais, Fafe, Moita e Porto.

A lista inclui, ainda, cidades como Auckland (Nova Zelândia); Nairobi (Quénia); Oslo, (Noruega); Seattle (EUA) e Vancouver (Canadá), e regista mais do dobro das 42 cidades que informaram serem alimentadas em pelo menos 70 por cento por energias renováveis em 2015.

«As cidades são responsáveis ​​por 70 por cento das emissões de Dióxido de Carbono (CO2 ) e há um enorme potencial para liderar a construção de uma economia sustentável. De forma reconfortante, os nossos dados mostram empenho e ambição. As cidades não só querem mudar para as energias renováveis, mas, o mais importante, podem», salienta Kyra Appleby, director de Cidades do CDP.

Segundo o estudo da CDP, regista-se uma diversificação de fontes de energia: 275 cidades estão a utilizar energia hidrelétrica; 189 geram eletricidade a partir do vento; 184 usam energia solar fotovoltaica; 164 utilizam biomassa e 65 energia geotérmica.

A CDP destaca também a norte-americana Burlington, no Estado de Vermont, por depender a 100 por cento de energia renovável. «Burlington, Vermont, orgulha-se de ter sido a primeira cidade nos Estados Unidos a fornecer 100 por cento da nossa eletricidade de energia renovável. Através da nossa mistura de biomassa, hidrelétrica, eólica e solar, percebemos que a energia renovável impulsiona a nossa economia local e cria um lugar mais saudável para trabalhar, viver e criar uma família», disse o Mayor Miro Weinberger de Burlington, acrescentando que «encorajamos outras cidades do mundo a seguir nosso caminho inovador, pois todos trabalhamos para um futuro de energia mais sustentável».

A análise do CDP «surge no mesmo dia em que a rede UK100 dos líderes dos governos locais anunciou que 100 cidades do Reino Unido se comprometeram com energia 100 por cento limpa até 2050, incluindo Manchester, Birmingham, Newcastle, Glasgow e 16 bairros londrinos», salienta a CDP.

Fonte: Jornal Económico

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI