COGECA apela a estratégia coerente da UE para promover a transformação digital da cadeia agroalimentar

Confagri 29 Nov 2017

A COGECA (Confederação Geral das Cooperativas Agrícolas da União Europeia), a voz das cooperativas agroalimentares da União Europeia, da qual a CONFAGRI é associada e Maria Antónia Figueiredo é vice-presidente apelaram, esta quarta-feira, dia 29 de novembro, para uma estratégia coerente por parte da União Europeia de forma a promover a transformação digital da cadeia agroalimentar.

Durante este importante ato foi destacado o importante papel que as cooperativas agroalimentares desempenham na orientação do setor para a transformação digital.

No seu discurso de abertura, Thomas Magnusson, presidente da COGECA, deixou claro que «a tecnologia digital pode contribuir para criar um setor agrícola mais sustentável e competitivo. A razão pela qual não de adotou as tecnologias inovadoras apropriadas no passado nas explorações deve-se ao tamanho das mesmas, à falta de formação ou aos investimentos necessários. As cooperativas agroalimentares podem ajudar os seus agricultores a enfrentar esses desafios».

Os principais resultados alcançados no estudo sobre “As cooperativas agrícolas e a tecnologia digital» foram apresentados durante o Fórum por importantes especialistas em agricultura da consultora Price Waterhouse, que registaram o impacto no setor e dos desafios que se avizinham. De seguida, os especialistas e representantes da “Danish Agro”, “DRV Alemania”, “DCoop Andalucía”, Gaia Epicheireib” e do “Centro Francês de produtos frescos”, partilharam igualmente os seus estudos e apresentaram as diferentes iniciativas que as cooperativas agroalimentares têm vindo a tomar em toda a Europa.  

O coordenador do Fórum Empresarial da Presidência e representante da Coop France, Christian Pées, declarou que a «digitalização e o uso eficiente dos “big data” (conjunto de dados armazenados) estão a revolucionar os modelos de negócio e os processos ao longo da cadeia de fornecimento alimentar. As tecnologias digitais têm dado um novo ímpeto à rastreabilidade dos alimentos e à informação relevante proporcionada aos consumidores. Num momento de desenvolvimento de novos mercados deve-se enfrentar estrategicamente estes desafios e aproveitar oportunidades para entender melhor os comportamentos e as expectativas dos consumidores, assim como melhor as relações entre empresas ao longo da cadeia alimentar».  

Insistindo na forma como se pode reforçar o potencial do setor através da digitalização, Magnusson pediu «uma estratégia coerente da União Europeia para promover a transformação digital do setor agroalimentar», assinalando que são necessárias as infraestruturas apropriadas e ter acesso à banda larga e aos satélites para acabar com a divisão digital. O atual quadro legislativo em apoio da compilação, o uso e o intercâmbio doas dados agrícolas é muito complexo e fragmentado. Deve-se desenvolver um código de conduta sobre o intercâmbio de dados agrícolas e a formação e a educação são também dois elementos essenciais», concluiu o presidente da COGECA.

Fonte: Copa-Cogeca

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI