Fundão aposta nas cerejeiras em flor como cartaz turístico

Confagri 22 Mar 2018

O Município do Fundão está a promover diversas ações e atividades para afirmar a paisagem natural das cerejeiras em flor como cartaz turístico, numa oferta que inclui visitas de comboio, apadrinhamento de cerejeiras, piqueniques e voos de balão.

«A paisagem cultural da cereja do Fundão é uma das questões essenciais e das mais atrativas do nosso concelho. É um dos espetáculos mais extraordinários que temos no nosso país, com os vales da Gardunha vestidos de branco e, como tal, este ano, temos mais um programa que reforça a oferta para todos quantos queiram visitar o nosso território», referiu, em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal do Fundão, Paulo Fernandes.

O autarca adiantou ainda que este município do distrito de Castelo Branco também está a estudar a melhor forma de enquadrar esta paisagem cultural da cereja em modelos de classificação nacionais e internacionais. «Estamos a estudar essa vertente, porque consideramos que a paisagem da cereja no nosso concelho tem valor suficiente para vir a ser classificada como património», fundamentou.

Por outro lado, salientou que à importância paisagística, ambiental e económica que a produção de cereja tem neste concelho, se junta ainda o contributo fundamental que os pomares dão na defesa contra os fogos florestais.

Deste modo, a Câmara do Fundão vai lançar novamente o desafio para o apadrinhamento de cerejeiras, com o objetivo promover a reflorestação da Serra da Gardunha e alavancar a economia da região através do turismo. «Quem apadrinhar uma cerejeira irá usufruir de um desconto de 10% nas unidades de alojamento aderentes ao programa», salienta o município em nota de imprensa.

As atividades incluídas no programa turístico das cerejeiras em flor decorrem entre 23 de março e 15 de abril e permitem que este «cenário único» possa ser visto ao vivo, nomeadamente com a participação em passeios pelos trilhos da Gardunha, em passeios de bicicleta ou em passeios de comboio turístico, que atravessam zonas contínuas de cerejal e que decorrem todos os fins de semana, entre os dias 24 de março e 15 de abril.

Para a primeira quinzena de abril, também está prevista a realização de voos de balão de ar quente. O visitante também pode optar por viajar de comboio, num programa articulado com a CP, que irá acontecer aos sábados, nos dias 24 e 31 de março, assim como no dia 7 de abril.

O Fundão, no distrito de Castelo Branco, tem atualmente entre 2.000 a 2.500 hectares de pomares de cerejeiras, área que tem vindo a crescer todos os anos e que leva que este concelho seja considerado uma das maiores zonas de produção de cereja a nível nacional.

De acordo com um levantamento feito pela autarquia, a fileira da produção de cereja neste concelho, que inclui subprodutos e negócios associados, já representa mais de 20 milhões de euros por ano na economia local.

Fonte: Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI