Preços dos cereais sobem 5,8% depois da Rússia suspender acordo de exportação

Confagri 02 Nov 2022

Fonte: jornaleconomico.pt

Milho e de soja registaram aumentos dos preços de 2,6% e 0,7%, respetivamente. Voltam a subir de tom as ameaças de uma crise alimentar relacionada precisamente com a escassez alimentar.

Os preços dos cereais voltaram a subir a nível global nesta segunda-feira, desta vez com aumentos na ordem dos 5,8%. Nos preços de milho e de soja também se registaram aumentos, de 2,6% e 0,7%, respetivamente, de acordo com estimativas da Chicago Board of Trade, um mercado de futuros financeiros norte-americano, noticiadas pela CNBC.

Depois de a Rússia ter anunciado no sábado a suspensão da sua participação no acordo de exportação de cereais, voltaram a subir de tom as ameaças de uma crise alimentar relacionada precisamente com a escassez alimentar.

A invasão da Ucrânia por parte da Rússia tem provocado aumentos dos preços em variados segmentos e o dos cereais é um destes, devido a reduções substanciais tanto na produção como na exportação.

A decisão da Rússia de suspender a sua participação no acordo surgiu na sequência das autoridades russas terem acusado as forças ucranianas de um ataque “massivo” com drones na frota russa que se encontra no mar Negro. A Ucrânia não reconheceu nem negou a autoria do ataque, mas o seu presidente, Volodymyr Zelensky afirmou que a decisão agora tomada pela Rússia era “previsível”.

Leia a notícia aqui

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI