Risco máximo de incêndio em quatro concelhos do distrito de Faro

Confagri 13 Mai 2019

Os concelhos de Loulé, São Brás de Alportel, Tavira e Alcoutim, no distrito de Faro, apresentam esta segunda-feira risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou também em risco muito elevado de incêndio 13 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém, Guarda e Bragança.

Em risco elevado de incêndio estão 40 concelhos dos distritos de Faro, Beja, Évora, Santarém, Lisboa, Portalegre, Castelo Branco, Guarda, Viseu, Vila Real e Bragança. O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de “reduzido” a “máximo”, sendo o “elevado” o terceiro nível mais grave. Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Por causa da previsão de tempo quente, o IPMA colocou hoje os distritos de Leiria, Lisboa e Setúbal sob aviso amarelo. No domingo, a Marinha portuguesa anunciou que duas patrulhas de fuzileiros foram destacadas para vigilância e patrulhamento terrestre contra possíveis incêndios nos distritos de Lisboa e Setúbal.

Até terça-feira, as duas patrulhas do Corpo de Fuzileiros estarão a apoiar a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil nas ações de vigilância e patrulha terrestre, «tendo em consideração as atuais condições meteorológicas que são potenciadoras de eventuais incêndios rurais».

Por causa das temperaturas elevadas, o Governo assinou um despacho que proíbe a realização de queimadas e de queimas de sobrantes de exploração até terça-feira, nos distritos de Beja, Bragança, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal.

O Governo justifica que esta decisão resulta das informações do IPMA sobre o agravamento do risco de incêndio para a globalidade do território do continente. Na sexta-feira, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) lançou um aviso à população sobre o perigo de incêndio rural e determinou a passagem ao Estado de Alerta Especial Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais nos distritos de Beja, Évora e Faro.

Fonte: Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI