Água e florestas nas prioridades do Ministério da Agricultura

Confagri 17 Out 2018

O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, salientou que no orçamento para o próximo ano, de 2.400 milhões de euros, a prioridade vai para a água e regadio e para a floresta.

Num comentário ao Orçamento Geral do Estado para 2019, que o Governo entregou na segunda-feira à noite no Parlamento, o ministro disse que metade daquele valor provém do Orçamento do Estado e que a outra metade de fundos comunitários.

Água e regadio e florestas são duas reformas em curso, disse aos jornalistas à margem de uma conferência sobre desperdício alimentar, em Lisboa. Em 2019, disse o ministro, o Governo pretende aumentar a disponibilidade de solos irrigados e por consequência a produção e as exportações. Mas também «tem a preocupação com um eficiente uso da água», no sentido de mitigar e se adaptar às consequências das alterações climáticas, salientou.

Nas florestas, acrescentou, está destinada uma verba de 70 milhões de euros para a prevenção de fogos, em ações como limpeza ou criação de faixas de gestão de combustível, além de mais 80 milhões de euros para ações de reflorestação.

«Também continuaremos o apoio ao rendimento dos agricultores», mantendo-se a disponibilidade para o apoio a «situações imprevistas», como por exemplo, climatéricas e para «uma resposta adequada a questões de sanidade animal», disse o ministro, referindo-se a doenças e pragas de animais e plantas.

Em nota de imprensa, o ministro da Agricultura afirmou que está «satisfeito com a proposta, que permitirá consolidar e ampliar as políticas prioritárias de investimento na floresta e no regadio, no autoabastecimento do país, na redução de importações e no incremento das exportações, e também no reforço da discriminação positiva da agricultura familiar».

O responsável disse ainda que «o reforço da componente orçamental permitirá igualmente continuar a dar apoio solidário, através de respostas rápidas e eficazes, aos agricultores e produtores florestais em situações de emergência que, infelizmente, são frequentes na atividade».

As quatro prioridades do Governo para o próximo ano, na área de atuação da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Regional são o reforço da prevenção dos incêndios florestais, investimento no ordenamento e gestão da floreta, ampliar o regadio e gerir com eficiência o re4curso água e apoiar o investimento na agricultura e na agroindústria.

Fonte: Diário de Notícias, portugal.gov.pt

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI