Cabo Verde aprova programa com cinco milhões de euros para combate à seca e mau ano agrícola

Confagri 22 Jan 2019

O Governo cabo-verdiano aprovou um programa de cinco milhões e 100 mil euros para combater a seca e o mau ano agrícola que atingiu o país no ano passado. O valor aprovado, no último Conselho de Ministros, destina-se a todas as ilhas do país, com incidência para os concelhos de Porto Novo, em Santo Antão, e os municípios do Tarrafal, São Miguel e Santa Catarina, na ilha de Santiago, os mais afetados pela seca.

Em conferência de imprensa, o porta-voz do Conselho de Ministros, Fernando Elísio Freire, explicou que o valor será distribuído por três áreas: pecuária e manutenção da capacidade produtiva com cerca de 882 mil euros, mobilização da água e a sua gestão dois milhões de euros e criação de emprego 2,1 milhões euros.

De acordo com Fernando Elísio Freire, o Governo acredita que desta forma «está a atenuar os problemas no mundo rural e a manter a produção agrícola em níveis que possam satisfazer as necessidades das famílias e da população».

Comparando o programa de mitigação da seca de 2018 com o de 2019, Fernando Elísio Freire aponta que no deste ano «todos os procedimentos serão os menos burocráticos possíveis e com um conjunto de medidas, tomadas a nível do Orçamento do Estado, que têm a ver com a melhoria da capacidade de produção agrícola, da aquisição de equipamentos agrícolas e de produção na área da pecuária».

O representante do Conselho de Ministros aponta que o governo está a agir «em tempo e com medidas estruturantes» e que este ano a situação agrícola do país é muito melhor porque no ano passado foram tomadas medidas para atenuar a situação no mundo rural. Porém, reconheceu, que há um «conjunto de fatores que não se consegue controlar porque a questão da seca é muito profunda e mexe com a vida de muitas famílias».

A seu ver, o programa de mitigação da seca do ano passado foi «um programa de sucesso», embora o sucesso não significa que foi a 100 por cento, porque há sempre aspetos a melhor, entre os quais a distribuição dos vales cheque para compra de ração para os animais, que mereceu critica dos criadores de gado, que o Executivo cabo-verdiano está disposto a rever.

O financiamento do programa de mitigação da seca será feito com recursos internos do Estado e a remanescente por via ao financiamento externo, referiu ainda Fernando Elísio Freire. Depois da severa seca de 2017, o ano passado o tempo seco atingiu também todas as ilhas, mas com menos gravidade em algumas regiões deste país africano.

Fonte: jornaleconómico

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI