Comercialização de Vinho Madeira caiu 25,9 por cento no 1.º trimestre de 2019

Confagri 18 Abr 2019

A comercialização de vinho generoso “Madeira” rondou os 659,3 milhares de litros, nos primeiros três meses de 2019, traduzindo-se em receitas de primeira venda de 3,4 milhões de euros.

Segundo os dados provenientes do IVBAM — Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira, fornecidos à Direcção Regional de Estatística da Madeira, comparativamente ao período homólogo registaram-se decréscimos de 21,8 por cento na quantidade e de 25,9 por cento no valor.

Os dados mostram uma quebra em todos os agrupamentos de mercados. Com efeito, as exportações quer para os países terceiros, de -26,3% em volume e -30,3% em valor, quer para os países da União Europeia, de -20,4% em quantidade e -22,8% em receitas de primeira venda, diminuíram em termos homólogos, sendo que, contudo, nestes últimos, é de realçar o crescimento nas vendas para os mercados alemão, de +217,6% nas quantidades e +194,6% em valor e britânico, de +174,5% nas quantidades e +54,3% em valor.

Nos dois mercados externos que geraram maior retorno financeiro nas vendas de Vinho Madeira, França e Estados Unidos da América, as variações foram de -45,4 por cento e de -28,7 por cento, respectivamente. Os montantes transaccionados de vinho “Madeira” nestes mercados foram de 588,6 milhares de euros no primeiro caso e os 407,2 milhares de euros no segundo. As vendas no mercado regional também caíram, -22,2 por cento em volume e -20,0 por cento em valor.

No que diz respeito ao ano de 2018, a comercialização de bebidas espirituosas, de vinho com DO Madeirense e de vinho IG “Terras Madeirenses» cresceu em volume.

A comercialização de bebidas espirituosas produzidas na RAM totalizou em 2018 os 883,4 milhares de litros, observando-se um aumento de 1,8 por cento face ao ano precedente, impulsionado pela evolução registada no Rum e no Gin. O valor correspondente àquela quantidade comercializada cifrou-se em 4,4 milhões de euros, -0,4 por cento que em 2017.

Relativamente à comercialização de vinho com Denominação de Origem (DO) Madeirense o mesmo atingiu em 2018, uma quantidade de 100,1 milhares de litros, significando uma receita de 934,5 mil euros. Face a 2017, observou-se um aumento de 16,6 por cento nas quantidades e uma subida no valor de vendas de 29,5 por cento.

Por sua vez, no vinho com Indicação Geográfica (IG) «Terras Madeirenses» registou-se também um aumento na quantidade comercializada (+107,4%) e no valor gerado (+114,9%), sendo que a comercialização deste tipo de vinho atingiu em 2018 os 30,0 milhares de litros, do qual resultaram 191,2 mil euros.

Fonte: Agricultura e Mar Actual

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI