Dois milhões de euros para projetos de reabilitação de regadios em Bragança

Confagri 04 Set 2018

O Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural aprovou mais 14 projetos de reabilitação de regadios em Bragança, beneficiando 900 pequenos agricultores com um investimento público de quase dois milhões de euros.

«Estes projetos representam mais um investimento do Governo no desenvolvimento rural e na valorização do interior, criando mais e melhores condições para a fixação das populações e para o crescimento da pequena agricultura familiar», disse, em comunicado, o ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

De acordo com o governante, este novo pacote «faz parte de um projeto mais amplo de valorização dos territórios e da atividade agrícola, tornando-a mais produtiva e mais competitiva, nomeadamente, através do uso mais eficiente de água».

Capoulas Santos referiu ainda que os projetos aprovados constituem a recuperação de estruturas «degradadas, nas quais não foi feito qualquer investimento de melhoria ao longo de décadas», destacando que é «urgente promover o uso eficiente do recurso água e a constituição de reservas para enfrentar tempos de escassez, pelo que este investimento é plenamente justificado e vai ao encontro dos anseios dos pequenos agricultores».

Estes projetos, que abrangem os concelhos de Bragança, Mirandela e Vimioso, inserem-se no âmbito do Programa Nacional de regadios, que prevê um investimento global de 534 milhões de euros até 2022, na criação de mais de 49 mil hectares de regadio e na reabilitação de 41 mil hectares, que vão criar 10.500 postos de trabalho permanentes.

Em 20 de agosto, o Ministério da Agricultura anunciou a atribuição de 6,35 milhões de euros a 59 projetos de regadio que abrangem uma área superior a 1.800 hectares e 32 concelhos do norte e centro.

Num comunicado enviado nessa altura, o Ministério indicou que são abrangidos os distritos de Viana do Castelo (Arcos de Valdevez, Valença, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima e Melgaço), Braga (Terras do Bouro, Barcelos, Vila Verde, Amares e Celorico de Basto), Porto (Baião e Penafiel), Aveiro (Vale de Cambra, Águeda, Anadia e Albergaria-a-Velha), Viseu (Cinfães, São Pedro do Sul, Vila Nova de Paiva e Castro Daire), Guarda (Guarda e Celorico da Beira), Castelo Branco (Sertã, Fundão, Proença-a-Nova) e Coimbra (Penela, Góis, Oliveira do Hospital, Vila Nova de Poiares e Lousã).

Em anexo: Comunicado: Governo aprova mais 14 projetos em Bragança

Fonte: Diário de Notícias

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI