Economia portuguesa cresceu 2,1 por cento, abaixo das previsões do Governo

Confagri 14 Fev 2019

O Produto Interno Bruto cresceu 2,1 por cento em 2018, abaixo das previsões do Governo português, que estimava um crescimento de 2,3 por cento. Esta desaceleração deve-se à diminuição das exportações de bens e serviços.

A economia portuguesa cresceu 2,1 pontos percentuais (p.p.) em 2018, menos 0,7 pontos que o observado no ano anterior, segundo dados divulgados esta quinta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo a estimativa rápida do INE, «esta evolução resultou do contributo mais negativo da procura externa líquida, verificando-se uma desaceleração das exportações de bens e serviços mais acentuada que a das importações de bens e serviços, e do contributo positivo menos intenso da procura interna, refletindo o crescimento menos acentuado do Investimento».

O Produto Interno Bruto (PIB), em termos homólogos, aumentou 1,7 p.p. em volume no quarto trimestre de 2018, 2,1 por cento no trimestre anterior e, face ao terceiro trimestre, avançou 0,4 por cento, 0,3 p.p. no trimestre anterior.

Em anexo: INE-Contas Nacionais Trimestrais. Estimativa Rápida

Fonte: Observador; INE

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI