Eurodeputados do PSD Pedem à Comissão Europeia avaliação do impacto da agricultura na poluição do ar

Confagri 17 Abr 2020

 

O Eurodeputado Álvaro Amaro dirigiu à Comissão Europeia uma pergunta escrita sobre a necessidade da realização de uma avaliação ampla ao impacto da atividade económica na poluição atmosférica, de modo a prestar um esclarecimento cabal sobre o impacto dos diferentes setores nas emissões e, particularmente, da agricultura e pecuária. 

De acordo com comunicações recentes da Organização Meteorológica Mundial e da Agência Espacial Europeia, as restrições à atividade económica que visam a contenção da rápida propagação da Covid-19, resultaram numa redução evidente das emissões de Dióxido de Carbono (CO2) e Metano (CH4).

A agricultura e os agricultores tem estado na mira das organizações ambientalistas, que os responsabilizam por grande parte das emissões de gases poluentes para atmosfera. Se a qualidade do ar melhorou na medida que tem sido informado, esta será, porventura, a hora de avaliar o verdadeiro impacto dos vários setores, com o objetivo de termos dados fidedignos com que trabalhar no futuro”, afirma Álvaro Amaro, membro da Comissão da Agricultura.

Na interpelação, os sociais democratas, questionam ainda a possibilidade de a Comissão vir a reformular as propostas atualmente em discussão, como a estratégia «Prado ao Prato» ou «Pacto Ecológico», que possam resultar em encargos desproporcionais para os agricultores.

Apenas a agricultura e o abastecimento das cadeias mantêm a atividade com relativa normalidade. E isso acontece porque não podem parar. Não fará sentido avaliar com profundidade se são estas as principais responsáveis pelas emissões de gases poluentes para atmosfera? E, se for caso disso, é natural que a Comissão queira reavaliar as propostas que estão em cima da mesa”, reforçou Álvaro Amaro.

A pergunta escrita à Comissão Europeia foi subscrita pelos Eurodeputados do PSD: Paulo Rangel e Cláudia Monteiro de Aguiar. 

Questão enviada à Comissão Europeia assinada pelos Eurodeputados do PSD

As fortes restrições à atividade económica adotadas à escala global, para prevenir e conter a rápida propagação do SARS-CoV-2, resultaram na redução de emissões de CO2 e CH4. De acordo com comunicações recentes da Organização Meteorológica Mundial e da Agência Espacial Europeia, esta quebra refletiu-se no declínio imediato e acentuado dos níveis de poluição do ar na atmosfera.

Atento o impacto nos níveis de poluição atmosférica da forte diminuição da atividade económica, e tendo em conta que, à exceção dos setores implicados no combate a esta pandemia, praticamente apenas a agricultura, a pecuária, as cadeias de abastecimento e os prestadores de serviços públicos continuam a operar com relativa normalidade, pergunto à Comissão:

  1. Pondera realizar uma avaliação extensiva e abrangente dos efeitos da atividade económica nos níveis de poluição atmosférica e, deste modo, prestar um esclarecimento cabal aos cidadãos europeus sobre o impacto dos diferentes setores nas emissões e, particularmente, da agricultura e pecuária?
  2. Se efetuada a avaliação, havendo novos dados, nomeadamente quanto ao impacto do setor agroalimentar nas emissões globais de CO2 e CH4, equaciona a Comissão, em conformidade com esses dados, reavaliar as propostas legislativas atualmente em discussão que possam resultar em encargos desproporcionais para os agricultores?
Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI