Não culpe a carne pela crise climática, defendem os criadores de gado europeus

Confagri 16 Out 2019

Fonte: theguardian.com

Uma União Europeia sem pecuária assistiria a uma diminuição da biodiversidade e provocaria um êxodo rural, é um dos lemas da nova campanha.

A carne e a pecuária são responsabilizadas de forma errada pela crise climática, pois não são considerados os seus benefícios para a sociedade, argumenta uma nova campanha lançada pela indústria pecuária na Europa.

Os outdoors apareceram esta semana nas estações de metro de Bruxelas, juntamente com uma campanha na comunicação social #meatthefacts. Os anúncios da European Livestock Voice, são da responsabilidade de organizações representativas dos agricultores da UE, produtores de foie gras e pela indústria de peles e couro.

“Acreditamos que esta campanha é necessária como forma de desmascarar as informações erradas”, disse o porta-voz da Livestock Voice. Afirmou ainda que o objectivo é que os cidadãos “conheçam o cenário completo e todas as todas consequências dos discursos simplistas que pedem … uma” redução drástica de gado” teriam nas áreas rurais da Europa e na sociedade em geral”.

O grupo de organizações diz que o atual debate sobre a carne e a pecuária tem sido apenas unilateral e que a contribuição da pecuária para a biodiversidade, a bioenergia e a economia rural foi negligenciada. “Uma UE sem pecuária perderia não apenas alimentos produzidos localmente, mas também os habitats essenciais e a biodiversidade. Tais perdas também significariam um aumento dos incêndios, a falta de fertilizantes naturais, de energia verde e um êxodo rural”, afirma ainda.

Os europeus comem mais que o dobro da carne recomendada por especialistas. Um relatório do ano passado pediu uma redução de 40 a 50% no setor pecuário da Europa para reduzir a sua pegada ambiental.

Um artigo publicado na revista Nature concluiu que o consumo de carne bovina nos países ocidentais deveria diminuir cerca de 90% para evitar mudanças climáticas perigosas. Acredita-se que o setor pecuário seja responsável por um mínimo de 14,5% das emissões globais de carbono.

Mas esta nova campanha defende que o setor pecuário é responsável apenas por menos de 6% das emissões totais da UE.

Esclarece que substituir produtos de origem animal por alternativas vegetais não é uma solução universal para as mudanças climáticas, pois os alimentos alternativos também têm pegadas ambientais. Substituir combustíveis fósseis por alternativas verdes foi uma maneira mais eficaz de reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Michael Lee, professor de agricultura sustentável na Rothamsted Research em Hertfordshire, uma das instituições de investigação agrícola mais antigas do mundo, afirmou que os hábitos alimentares atuais não são sustentáveis, mas a pecuária ainda tem um papel importante a desempenhar.

“A remoção completa da pecuária seria um desastre para a sustentabilidade da agricultura, do ambiente de longo prazo (devido à perda de pastagens), das comunidades rurais e da saúde humana – pois nem todo o vegan pode ser um nutricionista seletivo. Da mesma forma, os nossos níveis atuais de consumo são um desastre, com crescente obesidade e danos ambientais devido aos altos níveis de emissões.

“A solução está em numa dieta mais dominada por plantas, mas com uma quantidade modesta de produtos animais de alta qualidade, que são valorizados pelos principais nutrientes que ela contém, suas propriedades de melhoria do solo e a paisagem em que todos queremos apoiar e viver, ” ele disse.

Um porta-voz da European Livestock Voice afirmou que:

“É sabido que uma parte da população europeia consome produtos de origem animal, mas não há evidências que sugiram que a redução da produção leve a uma diminuição no consumo. As consequências de uma redução drástica no consumo de produtos de origem animal, substituindo-os por “substitutos da carne” ou outras atividades, podem muito bem ser piores que os benefícios do consumo de carne, sem levar a uma significativa melhoria ambiental ou de saúde da população”.

Consulte o artigo original

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI