Presidente do IFAP considera 700 ME insuficientes e diz que são necessárias «novas formas de financiamento para a agricultura»

Confagri 06 Mai 2019

A agricultura é um dos setores base do Alentejo, contribuindo com postos de trabalho e sendo uma das «alavancas» da economia regional e nacional. Recentemente têm sido anunciados 700 milhões de euros de investimento para o próximo programa, foi neste sentido que a Rádio Campanário procurou saber junto do presidente do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, Pedro Ribeiro, qual o ponto de situação do setor relativamente a financiamentos e quais as soluções a adotar caso se verifique uma situação penalizadora para o setor.

Pedro Ribeiro começa por referir à Rádio Campanário que «o próximo programa ainda está em negociações na Comissão Europeia», no entanto «as propostas que foram feitas são penalizadoras para Portugal».

O presidente do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas (IFAP) revela que «o governo português tem mantido uma posição firme relativamente ao caso».

A Rádio Campanário questionou Pedro Ribeiro sobre o que se pode fazer com 700 milhões de euros, considerando que «pode-se fazer muita coisa», mas para isso «vamos ter de encontrar novas formas de financiamento que possam alavancar o setor», tal como «rentabilizar o que temos ao nosso dispor da melhor forma possível».

Fonte: Rádio Campanário

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI