Primeiro-ministro salienta «belíssimo momento» da agricultura portuguesa na FNA

Confagri 11 Jun 2019

O primeiro-ministro salientou este domingo, dia 9, durante uma visita à Feira Nacional da Agricultura, em Santarém, o «belíssimo momento» que o setor está a viver e que disse estar patente no certame.

António Costa considerou o certame como «excelente mostra do grande trabalho» que os agricultores portugueses têm realizado e do «belíssimo momento» que a agricultura nacional está a viver «nas suas frentes mais diversas».

Lembrando que este ano a Feira Nacional da Agricultura (FNA) é dedicada ao vinho, o chefe do executivo socialista afirmou que o setor tem vindo, nos últimos anos, «a bater recordes» na exportação e a melhorar a sua qualidade, o que atribuiu à «opção chave» de combinar os centros de competência e produção de conhecimento com «a experiência adquirida e o saber» da agricultura, o que «tem permitido que o setor agrícola seja hoje um dos setores muito relevantes» da economia portuguesa.

«Todos nos lembramos de como há umas décadas se teve a ilusão de que era possível prescindir da agricultura. Já não havia mais lugar para a agricultura. Mas agora todos felizmente têm a consciência de que valeu a pena apostar na agricultura e de que a agricultura tem futuro», declarou, realçando o papel do setor no combate às alterações climáticas, na prevenção dos incêndios e mesmo no turismo.

«Quando ontem tivemos, felizmente, uma série de prémios na área do turismo, estes não se devem só à qualidade da gastronomia, à simpatia das nossas gentes, ao turismo urbano, mas também à paisagem que nós temos e que é desenhada pela agricultura», afirmou.

Costa disse que uma visita à FNA permite constatar a diversidade do setor e do que ele mobiliza, nomeadamente produtos agroalimentares, maquinaria, produtos e serviços de apoio à produção, cada vez «mais sofisticados» e a requererem «maior conhecimento» e «maior competência técnica», destacando a presença de «muita gente jovem, que já não olha para a agricultura como algo de que querem fugir, mas, pelo contrário, com interesse».

«Neste local simbólico que é Feira Nacional da Agricultura quero expressar o grande agradecimento pelo trabalho a que os agricultores se dedicam, atividade muito dura, sujeita a muitas incertezas, do clima, de mercados, de contingências políticas, à escala global e nacional, de muito risco, mas que conta com gente muita rija pronta a fazer avançar a nossa agricultura e o país«», afirmou.

A 56.ª Feira Nacional da Agricultura/66.ª Feira do Ribatejo, que tem por tema “A Vinha e o Vinho”, foi inaugurada sábado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Ao longo de nove dias, além do debate de questões ligadas ao setor, a FNA proporciona aos visitantes a possibilidade de provar «o melhor da produção nacional», de contactar com empresas de toda a fileira e de assistir a espetáculos equestres e relacionados com as tradições ribatejanas, como as largadas de toiros e atividades com campinos.

Fonte: Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI