Rússia suspende exportação de cereais até 1 de julho

Confagri 27 Abr 2020

Fonte: jornaldenegocios.pt

Em plena pandemia da covid-19, a Rússia anunciou este domingo que as exportações de várias variedades de cereais estão suspensas até 1 de julho.

A Rússia havia anunciado no início de abril limitar as exportações de cereais a sete milhões de toneladas até 30 de junho, mas este domingo o Ministério da Agricultura revelou que essa quota já foi atingida. A Rússia é o maior exportador mundial de trigo.

A decisão de limitar as exportações de cereais foi duramente criticadas por organizações como a FAO (Organização para a Alimentação e Agricultura da ONU), Organização Munidal de Saúde (OMS) e Organização Mundial do Comércio (OMC), que estas restrições durante uma pandemia possam criar escassez de alimentos.

Entre os cereais cujas exportações foram suspensas contam-se o trigo, milho, centeio e cevada.

Moscovo justificou a decisão de limitar as exportações de alguns produtos agroalimentares para garantir a estabilidade do mercado russo.

A suspensão das exportações poderá levar a uma subida dos preços, que já se encontram em níveis elevados. Na passada sexta-feira, a tonelada de trigo para entrega em maio cotava nos 199 euros na Euronext, enquanto a tonelada de milho para entrega em junho valia 165,75 euros.

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI