Macedo de Cavaleiros aposta em luta biológica para combater o cancro do castanheiro

Confagri 13 Mai 2019

Macedo de Cavaleiros vai combater o cancro do castanheiro “Cryphonectria parasítica”, na zona mais fria do concelho, numa «luta biológica» que utiliza um produto produzido por investigadores do Instituto Politécnico de Bragança.

Para implementar esta medida, a autarquia compromete-se a assegurar uma dotação de 20 mil euros ao longo de três anos, onde no primeiro ano serão investidos 10 mil euros e a restante verba dividida pelos dois anos seguintes.

«Este tratamento será faseado e tem uma eficácia de 100 por cento, segundo os técnicos do Instituto Politécnico de Bragança (IPB). Vamos suportar metade das despesas com a aquisição do DICTIS, um produto biológico criado pelo IPB para tratar esta doença», explicou aos jornalistas o presidente da câmara de Macedo de Cavaleiros, Benjamim Rodrigues.

O diagnóstico à doença que afeta os castanheiros será feito por técnicos especializados, sendo que uma parte das despesas será suportada pelos produtores de castanha e a outra pelo município.

«Pretendemos, em outra fase, envolver a Comunidade Intermunicipal Terras de Trás-os-Montes, para assim chegar a um maior número de produtores através de contratos programa para o combate a esta doença que afeta os castanheiros em concelhos como Vinhais ou Bragança», explicou o autarca.

Os produtores de castanha serão ressarcidos, mediante apresentação de fatura, e compromete-se a autarquia a pagar 50 por cento das despesas que estes vão ter com a aquisição dos frascos para o tratamento do cancro do castanheiro.

«É um problema muito grave que se instalou no Nordeste Transmontano e que a autarquia entendeu que tem de ajudar a combater, como forma de proteger o próprio tecido económico», vincou Benjamim Rodrigues.

Por seu lado, o presidente do IPB, Orlando Rodrigues, refere que há uma década que se trabalha na investigação para ser aplicada a este tipo de doença ou outras que afetam a agricultura.

«Temos estado a colocar a ciência e o conhecimento ao serviço da região, o que está a ser reconhecido uma pouco por todo mundo devido aos resultados obtidos no tratamento deste tipo de doenças», explicou.

Agora, município e a associação de produtores tentam travar o avanço do cancro do castanheiro no concelho de Macedo de Cavaleiros, uma doença causada por um fungo parasita que só ataca as partes aéreas da árvore, provocando a sua morte.

Fonte: Lusa

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI