Na UE exportações de carne de bovino e animais vivos aumentam 9,5 por cento

Confagri 14 Mar 2018

No segundo semestre de 2017, as exportações europeias de carne de bovino e animais vivos aumentaram 9,5 por cento até um total de 768.207 toneladas, o que representa um crescimento de quase 60 por cento desde 2013.  

O principal mercado recetor é a Turquia com 92.207 toneladas, com um aumento de 36 por cento em relação ao período de julho a dezembro de 2016. Na segunda posição encontra-se Hong-Kong com 90.907 toneladas e uma subida de 55 por cento e já muito atrás a Israel, Líbano e o Gana.

Pelo contrário, as importações caíram 8,3 por cento até 306.198 toneladas, permanecendo o Brasil como principal país do qual a União Europeia importa 115.427 toneladas, o que representa uma descida de quase 18 por cento em comparação ao período entre julho e dezembro de 2016, seguindo-se, por esta ordem, o Uruguai, Argentina, Austrália e os Estados Unidos da América (EUA).

Quando aos preços médios da carne de bovino, estes situam-se em 387,86 euros por 100 quilos na União Europeia; 366,77 nos EUA; no Uruguai, 313,27 euros, na Nova Zelândia, 305,56; na Austrália; 285,61; na Argentina, 243,92  e no Brasil 227,27 euros, de acordo com a informação do leilão de León.

CS

Fonte: Agrodigital

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI