Relatório de vendas de Produtos Fitofarmacêuticos – 2017

Confagri 25 Out 2019

Fonte: DGAV

O presente relatório de vendas de produtos fitofarmacêuticos não inclui estatísticas na verdadeira aceção do termo, agregando dados fornecidos pelas empresas titulares de autorização de venda ou suas representantes. Sendo os dados globais, não existe, anualmente, variabilidade, variância ou qualquer medida de dispersão que permita extrapolação ou previsão.

A própria variação entre anos, estando associada à evolução de práticas agrícolas está, também, dependente de diversas variáveis como as condições climatéricas que condicionam o estado fitossanitário das culturas, o efeito de mercado e a capacidade económica do operador agrícola ou utilizador de produtos fitofarmacêuticos e até à dinâmica do mercado, com a introdução de novas moléculas.

O quantitativo de vendas de produtos fitofarmacêuticos ocorrido durante o ano de 2017 sofreu um decréscimo de cerca de 17% relativamente ao ano de 2016, atingindo o valor mais baixo desde 2002, e totalizou 8 106 841 kg, expressos em substância ativa (s.a.).

Os quantitativos são apresentados por função e por grupo químico, tendo sido adotado o critério de classificação recomendado pelo ‘Statistical Office of the European Communities – EUROSTAT’.

No seu conjunto, fungicidas, herbicidas e inseticidas representaram cerca de 86% do total de produtos fitofarmacêuticos vendidos. Os outros produtos fitofarmacêuticos em que se incluem produtos para tratamento do solo (nematodicidas/fumigantes), rodenticidas, reguladores de crescimento, moluscicidas e óleos vegetais representam os restantes 14%.

Os fungicidas totalizaram cerca de 52% do total das vendas, das quais o enxofre perfez cerca de 21%, correspondendo a 40% do valor total de fungicidas comercializados e cerca de 70% dos fungicidas inorgânicos comercializados.

A venda de herbicidas representou cerca de 23% do total das vendas e os inseticidas/acaricidas, que passaram a incluir os óleos minerais dada a sua especificidade de utilização exclusiva como inseticida, 11 %.

Os restantes produtos fitofarmacêuticos representaram cerca de 14% do total do volume de produtos fitofarmacêuticos vendidos.

Procede-se à divulgação dos quantitativos vendidos, nominalmente por substância ativa, só em casos especiais e apenas quando correspondem a produtos fitofarmacêuticos vendidos por três ou mais empresas.

Por fim, apresenta-se em forma gráfica a evolução das vendas de produtos fitofarmacêuticos nos últimos quinze anos, no seu conjunto e cinco anos no caso de grupos de função.

Consulte aqui o Relatório

Balcão Verde

Balcão de Atendimento aos Agricultores.
Com o RURALSIMPLEX é possível junto das estruturas locais - Cooperativas Agrícolas, Caixas de Crédito Agrícola, Associações de Agricultores e outras entidades com o protocolo específico agrupadas na CONFAGRI - atender Agricultores e prestar-lhes serviços de qualidade.

Aceder ao Balcão Verde Acesso reservado
Newsletter e Alertas

Receba alertas das notícias que mais interessam no setor agrícola: Legislação, Programas e Incentivos, Formação Profissional, Produtos e Iniciativas, Cooperativismo e todas as novidades relacionadas com a sua atividade profissional. Subscreva a newsletter CONFAGRI